domingo, 20 de dezembro de 2015

VOCÊ VÊ FALHAS NOS ENSINAMENTOS DO TANTRA QUE O INCLINA A SENTIR QUE OS MÉTODOS TÂNTRICOS NÃO SÃO ADEQUADOS PARA NÓS?

O TANTRA FALHOU POR DUAS RAZÕES
O Tantra não é um sistema completo. Há uma falácia básica na qual os seres humanos caem: eles encontram uma pequena verdade, uma parte da verdade e ao invés de descobrir o todo, a parte restante eles imaginam que vá preencher a lacuna. Porque eles têm uma parte da verdade, eles podem argumentar e eles conseguem fazer um sistema, mas a parte restante é simplesmente a sua invenção.

Todos os sistemas têm feito isso. Ao invés de descobrir toda a verdade, a tendência humana é dizer: "Por que se preocupar? Nós encontramos um pequeno pedaço que é suficiente para demonstrar, o que é suficiente para silenciar qualquer inimigo que suscita qualquer dúvida "- e o restante é apenas invenção.Por exemplo, o tantra está certo de que a energia sexual é a energia básica, assim essa energia deve ser transformada em formas mais elevados. É uma verdade.
Mas o que aconteceu é que elas nunca foram muito fundo em meditação; A meditação permaneceu simplesmente secundária. E a sexualidade do homem se manifesta de forma tão poderosa que, em nome do tantra tornou-se simplesmente orgia sexual. Sem meditação isso iria acontecer. Meditação deveria ter sido a coisa mais primária, porque isso vai transformar a energia, mas ela se tornou secundária.E muitas pessoas, que foram sexualmente pervertidas, sexualmente reprimidas, entraram para a escola do tantra.
 Essas foram as pessoas que trouxeram todas as suas perversões, todas as suas repressões. Elas não estavam interessadas em qualquer transformação, elas estavam interessadas apenas em se livrar de suas repressões; seu interesse era basicamente sexual.Assim, embora o tantra tenha um pedaço de verdade, não poderia ser usado corretamente. A menos que aquele pedaço de verdade fosse colocado em segundo lugar e a meditação se movesse para o primeiro lugar, isso sempre vai acontecer no tantra, as pessoas vão estar fazendo todos os tipos de perversões.

E com um grande nome, elas não vão sentir que estão fazendo nada de errado; elas vão sentir que estão fazendo algo religioso, algo espiritual.O Tantra falhou por duas razões. Uma delas era uma razão interior - que a meditação não foi feita como o ponto central. E segundo, o tantra não tinha metodologia especial para o pervertido e o reprimido, de modo que primeiro as suas repressões e perversões são eliminadas e eles se tornam normal.

E uma vez que eles se tornam normal, aí eles são introduzidos à meditação. Só depois de profunda meditação deve ser permitido experimentos no tantra. Isso foi um arranjo errado, então a coisa toda se tornou, em nome de um grande sistema, apenas uma exploração do sexo.Isso é o que muitos dos terapeutas estão fazendo.
Ainda no outro dia eu vi anúncio de Rajen para um grupo de tantra - com uma imagem obscena. Ele irá atrair as pessoas, porque esta é a pornografia real. Por que se preocupar para ir ver apenas fotos impressas em papel quando você pode ver pessoas reais fazendo pornografia? E Rajen não tem entendimento de meditação, nunca meditou.E essas pessoas vão se sentir bem, aliviadas, porque as sociedades não dão permissão ... No grupo elas serão autorizadas a fazer tudo o que elas quiserem fazer, muita repressão vai ser jogada fora e elas vão se sentir aliviadas e leves e elas vão se sentir gratas porque elas passaram por uma grande experiência tântrica. E não houve nenhuma experiência tântrica - era simplesmente uma orgia sexual. E dentro de alguns dias, elas novamente irão recolher repressões porque elas não podem fazer isso fora na sociedade.

Então, elas se tornam clientes permanentes, tântricos crônicos..E os assim chamados terapeutas desfrutam do dinheiro que elas trazem. Elas não têm nada a perder, elas simplesmente permitem a liberdade. Elas começam com todas as grandes palavras que tenho utilizado - 'liberdade', 'expressão', 'não repressão', 'simplesmente seja você mesmo e não se preocupem com o que os outros estão pensando', 'faça sua própria coisa'.

E aqueles idiotas começam a fazer sua própria coisa!Primeiro as pessoas devem ser introduzidas à meditação e então elas devem ser introduzidas aos métodos tântricos. Isso não é tantra. Métodos tântricos são totalmente diferentes. Essas pessoas que estão fazendo tantra, não sabem nada sobre o tantra.

Por exemplo, Ramakrishna meditou profundamente e sempre que sentia qualquer desejo sexual perturbar sua meditação ele pedia à sua esposa Sharda - que era uma mulher bonita - para se sentar em um banquinho alto, nua e ele se sentava na frente dela só olhando para ela, meditando nela até que o desejo sexual se fosse.

Em seguida, ele tocava nos pés de Sharda, a sua própria mulher e ele a agradecia, dizendo: 'Você tem me ajudado imensamente; caso contrário, onde eu teria ido? A vontade pedia alguma expressão e simplesmente observando você foi o suficiente'.

O templo de Khajuraho tem belas estátuas em todas as posturas sexuais. Era uma escola de tantra que fez o templo e aquelas estátuas. E a primeira coisa que o estudante tinha que fazer era meditar sobre cada estátua - e elas estavam dispostas de tal maneira que a partir de um canto, você andava ao redor do templo em um círculo. Isso podia demorar seis meses, mas você tinha que observar cada estátua até que você pudesse vê-la apenas como uma estátua sem sexualidade nela - e ela está em uma postura sexual.

Mas apenas por vê-la, observá-la por meses, tornava-se um pedaço de pura arte; toda a pornografia desaparecia. Em seguida, você se move para outra. E todas as perversões da mente humana foram colocadas nas estátuas. E quando você circulava todo o templo, só então o mestre permitia você dentro do templo. Esses seis meses são de grande meditação e de tremenda liberação, todas as repressões ido: você está se sentindo absolutamente claro.

Em seguida, o mestre permite que você dentro e de dentro do templo há nenhuma estátua sexual.; dentro do templo não há nada - é vazio.

Então, o mestre ensina a ir mais fundo em sua meditação que tem surgido nos últimos seis meses e agora você pode ir muito profundo porque não há nenhum obstáculo, nenhum problema, nenhum sexualidade. E esse ir profundamente em meditação sem nenhum distúrbio sexual significa que a energia sexual está se movendo com a meditação e não contra ela. É assim que se transforma e assume formas mais elevadas.

Todos esses chamados terapeutas não sabem nada sobre tantra; não sabem nada porque ele falhou. Mas eles  estão interessados em explorar as pessoas reprimidas. E as pessoas reprimidas ficam felizes porque depois de sete ou dez dias de sessões de tantra , elas se sentem aliviadas; elas acham que isso é algum crescimento espiritual. Mas dentro de dois ou três dias todo aquele crescimento espiritual terá desaparecido e elas estão prontas para outro grupo.

Há algumas pessoas - você pode chamá-los de "groupies" - que se movem de um grupo para outro grupo para outro grupo. Toda a sua vida é apenas um movimento de grupo para grupo. Assim como hippies ... mas você pode chamá-los de "groupies".

-Osho

Taken from The Path of the Mystic, Chapter 38

sábado, 7 de novembro de 2015

AMADO  OSHO,
NOS ANOS DE POONA, EU ME LEMBRO DE VOCÊ ENTÃO MUITAS VEZES DIZER USANDO A FRASE: ‘ESTEJA NO MUNDO, MAS NÃO PERTENÇA A ELE.‘ EU PENSEI QUE ISSO SIGNIFICAVA QUE QUANDO EU ESTIVESSE LONGE DE VOCÊ, EU PRECISARIA LEMBRAR CONSTANTEMENTE A MIM MESMO QUE EU JÁ NÃO ERA MAIS PARTE DA MENTALIDADE DO MERCADO - EU SOU UM SANNYASIN.


RECENTEMENTE, CAI NA REALIDADE NORMAL MOVIDA A PROCURAR PECHINCHAS E PROCURAR  APARTAMENTO, IR A SUPERMERCADOS E CONFRONTAR COM A VIOLÊNCIA DAS CIDADES, PERCEBI QUE SEU POVO NÃO É PARTE DO MERCADO; QUE AGORA NÃO HÁ NECESSIDADE DE NOS LEMBRARMOS - NÓS SOMOS MUITO OBVIAMENTE E IRREVOGAVELMENTE UMA RAÇA À PARTE.


APENAS ALGUMAS SEMANAS ATRÁS, MEU QUESTIONAMENTO FOI SOBRE COMO AJUDAR A SUA VISÃO SER REALIZADA. AGORA, DEPOIS DE MINHA RECENTE EXPERIÊNCIA DO MUNDO, E VER O TRATAMENTO QUE  DERAM A VOCÊ, EU NEM SEQUER TENHO A ENERGIA PARA FALAR COM AS PESSOAS SOBRE VOCÊ. ISSO SIGNIFICA QUE ELES ESTÃO MUITO LONGE - OU ESTOU EU?


A forma como o mundo tem me tratado é absolutamente natural, você não deve se sentir ofendido por isso. Se tivessem sido respeitosos, compreensivos e amorosos em relação a mim, isso teria sido um choque. Seu tratamento é absolutamente esperado.

Você não foi muito longe, eles têm ido muito longe e eles foram se distanciando da realidade pura do ser humano por milhões de anos. A distância entre o homem real e o homem que existe no mundo tornou-se quase intransponível. Eles estão tão longe de sua própria realidade, e se esqueceram do caminho de volta para casa.


Eles se esqueceram de qual foi o motivo de estarem aqui.

Há uma antiga parábola... Um rei muito sábio queria que seu filho - o único filho, que seria ser seu sucessor -  que fosse um homem sábio, antes que ele pudesse sucedê-lo e se tornar rei de um vasto reino. O velho homem escolheu um caminho que era muito estranho: ele mandou o filho para longe do reino, disse que ele foi abandonado, que ele deveria esquecer completamente que ele era um príncipe – ‘Ele não é mais um príncipe e eu não vou mais fazê-lo meu sucessor. ’
 Todas as suas belas roupas, ornamentos - tudo foi tirado. Ele recebeu as roupas de mendigo e mandado embora no meio da noite numa carruagem a ser jogado para fora do reino. E havia ordens estritas para que ele não devesse ser permitido retornar ao reino de qualquer lugar.

Anos se passaram; o príncipe realmente se tornou um mendigo. Ele realmente se esqueceu de que ele era um príncipe. Na verdade não tinha havido nenhum esforço de sua parte para esquecer - ele era um mendigo. Ele estava pedindo por roupas, por comida, por abrigo e ele havia aceitado pouco a pouco a condição em que estava.


Depois de muitos anos, um dia ele estava sentado em frente de um hotel, mendigando. Era um dia quente de verão e ele queria dinheiro suficiente para comprar um par de sapatos - segunda mão, é claro - porque a terra estava quase como um fogo e caminhar sem sapatos estava se tornando impossível. Ele tinha ferimentos em seus pés e ele estava chorando por apenas algumas moedas. Naquele exato momento, uma carruagem de ouro parou em frente do hotel e um homem desceu. O homem disse: ‘Seu pai o chamou de volta. Ele está muito velho e morrendo e ele quer que você seja seu sucessor.’

Em uma fração de segundo o mendigo nele desapareceu. O homem ficou totalmente diferente; você podia ver isso em seu rosto, nos seus olhos... As roupas eram do mendigo ainda, mas o homem era totalmente diferente. Uma multidão se reuniu - a mesma multidão diante de quem ele havia aberto suas mãos para pedir algumas moedas - e todos começaram a mostrar grande amizade. Mas ele não estava agora prestando atenção a eles. Ele foi até o carruagem, sentou-se e disse ao homem que tinha vindo para levá-lo, ‘Primeiro leve-me para um lugar bonito onde eu possa tomar um bom banho, vestir roupas dignas de mim, sapatos, ornamentos... Porque eu só posso estar diante do rei como um príncipe. ’
Ele voltou para casa e ele veio como um príncipe. Ele disse a seu pai: ‘Só me diga uma coisa que eu preciso saber: Por que eu tive que ser um mendigo por tantos anos? Eu já tinha realmente esquecido... Se você não tivesse me chamado de volta, eu teria morrido como um mendigo e nunca me lembraria de que uma vez que eu era um príncipe. ’

O pai disse: ‘Isto é o que meu pai fez comigo, não foi feito para prejudicá-lo, mas para dar a você experiência dos extremos da vida -. O mendigo e o rei. E entre esses dois, todo mundo existe..

‘Naquele dia eu disse para você esquecer que era um príncipe, agora eu quero que você lembre-se de que ser um príncipe ou ser um mendigo, são apenas identidades dadas por outros. Não é a sua realidade, não é você - nem rei, nem mendigo. E o momento em que você perceber que você não é o que o mundo pensa de você, você não é o que você parece ser, mas você é algo tão profundamente escondido em si mesmo que, exceto por você, ninguém mais pode vê-lo, assim, um homem se torna sábio. Sabendo isso, surge a sabedoria.
 ‘Eu fiquei zangado com meu pai e eu sei que você deve ter ficado com raiva de mim. Mas, perdoe-me, eu tive que fazer isso para tornar claro para você: não se identifique com ser um rei, não se identifique com ser um mendigo, porque em uma fração de segundo essas identidades podem ser mudadas. E o que pode ser mudado não é você. Você é algo eterno, algo imutável. ’


As pessoas têm se afastado totalmente de sua divina realidade e lembrá-los de sua realidade machuca-as. Seu tratamento em relação a mim não é nada mais do que uma expressão do seu coração ferido. Elas não querem ver essas feridas; elas não querem ser lembradas de qualquer coisa que elas têm tentado tão dificilmente esquecer, perdoar. De alguma forma elas conseguiram uma certa identidade no mundo... E aí vem um homem que a despedaça completamente.


É natural que elas devem estar com raiva de mim. É natural que elas vão me apedrejar. É natural que elas vão fazer tudo o que sempre fizeram com pessoas como eu. Isso não significa que você tem que perder a esperança, que você tem que se tornar um pessimista, que você em que parar mesmo de falar de mim. Dessa forma, você não está os ajudando e dessa maneira você não está ajudando a si mesmo também.


O comportamento delas não deve ser levado em consideração. Elas estão absolutamente dormindo. Nós estamos tentando algo que vai contra seu sono e, naturalmente, elas se sentem perturbadas e reagem. Isso é absolutamente aceitável. Mas por quanto tempo elas podem reagir? É uma questão de um grande desafio.

Perder a esperança significa que você perdeu o jogo.

Eu não vou perder o jogo.

Até o meu último suspiro, eu vou continuar fazendo o mesmo, qualquer que seja sua reação. É só por trazer a sua reação para a superfície que haverá uma possibilidade de mudança. Vai levar tempo, porque milhões de anos as levaram para longe de si mesmas. Você deve ter paciência com elas. Elas precisam de sua compaixão, elas precisam de sua paciência.

Elas vão voltar para casa; eles querem voltar para casa, mas isso vai contra o seu ego reconhecer que elas não estão em casa ainda. Isso vai contra o seu ego reconhecer que elas são falsas, que elas são mentirosas.

Mas a reação delas - atirando pedras em mim, ou facas em mim ou me colocando em prisões, ou me crucificando - vai mudá-los. Essa é a única maneira que elas vão começar a pensar sobre o que estão fazendo e por que elas se sentem ofendidas. Você se sente ofendido apenas quando algo verdadeiro sobre você é dito, algo que você anda se escondendo. Você nunca fica ofendido com mentiras.

A verdade é a maior agressora.

A própria perturbação deles, seu medo de que eu destruirei a moralidade deles, que vou destruir a religião deles, que vou destruir a tradição deles, mostra só uma coisa: que eles não têm religião, que não têm moral,  que eles não têm qualquer tradição. Eles estão se esforçando por acreditar que eles têm isso tudo, mas é apenas uma crença que pode ser facilmente destruída; senão for isso, o que aconteceu na Grécia?

Eu era apenas um turista durante quatro semanas em um país milhares de anos. A igreja ortodoxa grega é a igreja mais antiga do mundo - o Vaticano não é tão velho. Jesus e as suas palavras foi pela primeira vez traduzido para o grego; é por isso que ele se tornou ‘Cristo’, e seus seguidores se tornaram ‘cristãos’. Essas são palavras gregas.

Agora, este país - que há dois mil anos tem sido perpetuamente propagado o cristianismo, ensinando todas as crianças um condicionamento - tem medo de um turista que vai estar lá por apenas quatro semanas. O arcebispo ficou tão perturbado que ele ameaçou que minha casa seria queimada, que eu iria ser apedrejado se eu não fosse removido imediatamente do país, porque a minha presença iria destruir a moralidade do país, seria destruir a religião do país , a família, a igreja, a tradição - apenas em quatro semanas!

Se eu posso fazer isso em quatro semanas, então o que eu estou destruindo merece ser destruído. Significa simplesmente que isso tudo é falso. As pessoas não esão realmente nisso - elas estão apenas fingindo. Apenas pretensões podem ser destruídas em quatro semanas; realidades não podem ser destruídas. Mas o arcebispo da igreja mais antiga da cristandade está com tanto medo e dizendo coisas que são mentiras absolutas. Mas isso é o que eu venho dizendo a você tantas vezes - que todas as suas assim chamadas religiões são baseadas em mentiras e, portanto, eles estão com medo.

O arcebispo enviaou telegramas para o presidente do país, para o primeiro-ministro, a outros ministros e ele estava dizendo que eu tinha sido especialmente enviado do inferno para destruir a igreja cristã ortodoxa na Grécia. Você pode acreditar que um homem sensato possa dizer uma coisa dessas? E ele detinha o mais alto posto, por isso mesmo o presidente teve medo, o primeiro-ministro teve medo e eles tinham que fazer algo criminoso porque o homem poderia mover as massas contra eles.

Mas eu gostei da coisa toda, pela simples razão de que isso mostra que a verdade tem realmente uma força e um poder próprio. A verdade tem uma autoridade que a mentira não pode ter. Você pode ter condicionando as pessoas com essas mentiras durante séculos, mas apenas um raio de luz, simplesmente uma pequena verdade, pode destruir toda essa estrutura.

Portanto, não há necessidade de se desesperar. Converse com as pessoas - e se elas ficarem ofendidas - alegre-se. Isso significa que tudo o que você disse tem perturbado seu condicionamento e elas estão tentando protegê-lo. Você não pode perturbar um homem incondicionado. Você não pode dizer nada sobre ele, mas você não pode perturbá-lo.

Agora meus sannyasins estão no mundo e eu disse a eles para se misturarem com o mundo, para que possam espalhar a verdade com mais facilidade. Você é afortunado - apenas o nosso povo, uma pequena minoria no mundo de sete bilhões de pessoas é o suficiente para criar um fogo selvagem. Mas não tenha pressa e não seja impaciente. E não há necessidade de estar em um estado desesperançado.
A verdade é intrinsecamente infatigável, intrinsecamente impossível de derrotar.
Pode levar algum tempo, mas não há escassez de tempo. E não há necessidade de que a revolução deva acontecer diante de nossos olhos. Isso já é contentamento suficiente, o fato de você ter sido parte de um movimento que mudou o mundo, que você fez o seu papel, jogando o jogo em favor da verdade, que você será parte da vitória que vai acontecer no final.

Osho
Beyond Psychology

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

O velho homem tem vivido com todos os tipos de divisões - nações, raças, religiões. O Novo Homem vai viver uma humanidade não dividida, com todas as fontes de recursos reunidas em uma só. E isso o permitirá explorar o universo.









... nós podemos encontrar 
seres que são mais evoluídos 
e terem mais sentidos do que nós.







Temos a capacidade, mas toda a nossa energia está sendo desperdiçada na luta entre nós mesmos neste pequeno planeta, a terra. Nós não exploramos esse vasto universo que nos rodeia, o que é um enorme desafio. E explorá-lo, o Novo Homem vai realizar coisas que o velho homem não podia sequer imaginar.
Por exemplo, se toda a terra é uma só, não há porque haver guerras. E se toda a energia que sempre foi desperdiçada em guerras estiver disponível para alguns fins criativos – e isso é imensa energia... Com essa energia o homem pode explorar todo o universo.

Existe a possibilidade de... Os cientistas supõem que pelos menos cinquenta mil planetas têm vida. Agora, que tipo de homens mortos e maçantes viveu nesta terra, até agora, que eles não têm sido capazes de fazer qualquer contato com outros seres vivos no universo? É o nosso universo, mas nós ainda não podemos chamar esta terra de nossa... Somente pequenos fragmentos. E muito está à espera de ser revelado no momento que o Novo Homem começar a explorar devidamente...

Por exemplo, se podemos nos mover com a velocidade da luz... E eu certamente acho que há uma possibilidade. Se a luz pode se mover com uma certa velocidade, por que não podemos encontrar os meios e métodos para que o homem possa se mover com a mesma velocidade que a luz? Essa é a velocidade suprema.*

Os maiores gênios estão pensando que, se o homem pode se mover com essa velocidade, então ele nunca envelhecerá. Ele pode procurar explorar outros sistemas solares, em outros planetas, por cem ou duzentos ou trezentos anos e, em seguida, pode voltar. Todos os seus contemporâneos na Terra estarão mortos, seus netos estarão quase à beira da morte. Mas os aventureiros que tinham viajado terão simplesmente a mesma idade de quando eles haviam deixado a terra. Nessa velocidade da luz, o envelhecimento não acontece.
Agora, grandes aventuras estão lá para serem exploradas. Não só temos essa terra, que temos explorado tudo e estamos nos sentindo entediados, pois que não há nada mais para explorar, que não há mais nenhuma América para um Colombo. Todo esse universo está lá para milhões de Colombos. Por milhões de anos não vamos alcançar o limite, porque não há nenhum limite. E nunca se sabe - o que quer que pesquisadores científicos tenham conhecido é apenas um fragmento pequeno de todo o universo; eles não têm a ideia toda do que é o universo ou multiuniversos.
O Novo Homem encontrará novas maneiras em todas as dimensões. O velho homem sempre foi tradicional, agarrando-se ao caminho trilhado. Agora mesmo já há milhares de invenções que não estão sendo usados ​​por causa do velho homem... Porque o velho homem não está pronto para usar nada novo. Enquanto a velha coisa está funcionando bem, por que se preocupar? Pra que entrar em coisas perigosas?

Por exemplo, no Japão é agora totalmente provado e realizado que a uma determinada velocidade, trens se elevam acima da terra 1 centímetro. Assim eles não precisam de trilhos - apenas no começo, no início, antes de decolar. E eles podem chegar até seiscentos quilômetros por hora com muita facilidade. Isso é o mínimo, seiscentos - não sabemos o máximo. E se os trens podem passar acima da terra, é uma experiência totalmente diferente. É muito confortável, muito mais barato e tão rápido.
Os trens bala estão prontos e já em uso, mas em muitos países o velho homem ainda resiste e não consegue criar as condições para usá-los. Parece perigoso – seiscentos quilômetros por hora. É o mesmo perigo... Quando os primeiros trens foram introduzidos... O primeiro dia na estação de Londres ninguém estava pronto para sentar-se nos trens. Eles foram convidados, refeições foram dadas, mas ninguém estava indo para sentar-se neles.


E foi só uma viagem de doze quilômetros, mas ninguém estava pronto para sentar-se nos trens, porque as igrejas estavam dizendo que Deus nunca fez os trens, por isso deve ser obra do diabo.

Esse tem sido o caminho do velho homem.

Se nós podemos ter contato com os seres extraterrestres vivos, talvez possamos nos deparar com seres que têm mais sentidos, mais evoluídos do que nós... Porque, cinco sentidos deve ser o limite? Não podemos conceber além dos cinco sentidos - o que será o sexto sentido?

Não podemos conceber além do paladar, olfato, visão, audição, tato. O que poderia ser o sexto ou o sétimo ou o oitavo ou décimo? Quem sabe? - Porque se tivéssemos quatro sentidos, não teríamos sido capazes de pensar no quinto. E a vida em cada planeta deve ter crescido de forma diferente porque o clima é diferente, a situação é diferente.

Será necessário haverem
outros planetas disponíveis
para pessoas poderem habitar.

Há tanta coisa para explorar e aprender e tornar disponível para a humanidade, que o Novo Homemserá fundamentalmente aventureiro em todas as dimensões. Na medicina, na biologia, em viagens espaciais, em meditações - em todas as dimensões possíveis o Novo Homem será um aventureiro.

Ele estará muito disposto a encará-lo. Ele estará pronto a arriscar tudo para o novo. E, então, um vasto mundo de experiências vai se tornar disponível.

Estamos vivendo em um pequeno planeta, lutando uns com os outros, discutindo, brigando por pequenas coisas, enquanto todo o universo aguarda para ser descoberto. E isso pode mudar tudo sobre a terra. Pode ser que essas explorações do universo, de outros planetas, vai finalmente ajudar a vida sobreviver, porque existe a possibilidade de que até o final deste século, início do próximo, a Terra vai mudar seu eixo.
Isso vai trazer grandes mudanças - no clima, em tudo sobre a terra. Se somente a neve do Himalaia começar a derreter, aí todas as nossas grandes cidades, que são portos, estarão submersos. Apenas a neve do Himalaia se derretendo é suficiente para elevar os nossos mares por  um metro. Nunca foi derretido está eternamente lá - mas a mudança de eixo da Terra pode trazê-lo mais perto do sol: ele pode começar a derreter. Então Nova York, Bombaim, Calcutá, Tóquio, Rio de Janeiro e São Francisco - todas as grandes cidades que estão à beira do mar vão estar submersas.

Os cientistas estão preocupados que o sol possa apagar. Ele tem dado luz durante milhões de anos, o seu combustível pode estar acabando. Nós não sabemos exatamente quando, mas eles pensam que não possa durar para sempre. Mais uns milhões de anos é a sua estimativa. Mas, se o sol não brilhar uma manhã, aí tudo morre.

Será necessário que tenhamos outros planetas disponíveis para que as pessoas possam ser transportadas. Se houver qualquer perigo para a terra, se houver qualquer perigo para o sol, então não há necessidade de se estar neste sistema solar. Toda humanidade pode ser transportada para outros planetas. Não há nenhuma necessidade que essa evolução toda até o homem ir por água abaixo ou morrer simplesmente porque o combustível do Sol está terminado.





O velho homem não tem nada para dar à humanidade em tais emergências.



O Novo Homem sim será capaz disso.

Osho, Luz no Caminho, Ch 29, Q 3 (trecho)


*Segundo Einstein em sua teoria da relatividade a luz viaja a 3.00×108 m/s, 300 mil km/seg exatamente 299792458 metros por segundo. Viagens intergalácticas posam muitos desafios provocando a imaginação e há diversas teorias sobre as possibilidades de se superar o limite da velocidade da luz, baseadas na mecânica quântica.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Respiração no Umbigo

Lao Tzu acredita no não existencial tremendamente.
Ele é o primeiro a trazer a utilidade do não-existencial
à sua glória suprema.
Claro que ele não sabia nada sobre os buracos negros,
caso contrário, ele teria falado sobre eles.
Ele era um homem simples,
vivendo em uma aldeia.
Vivendo a vida simples de um camponês,
crua, simples, não muito cultivada e civilizada.
Ele era contra a civilização,
ele era pela natureza.
Ele tem apenas um simples exemplo: a roda.
Ele diz a centro da roda,
o cubo da roda está vazio,
mas toda a roda depende dele.
Isso é chamado o centro da roda. Por quê?
Porque isso é como o centro que existe no homem.
Simplesmente perto de seu umbigo,
os japoneses dizem, existe um ponto chamado Hara.
O Hara é o buraco negro em seu corpo.
O Japão descobriu isso, seguindo a ideia Lao Tzu,
que em algum lugar no corpo,
a morte deve ter um lar.
A morte não vem de fora,
Ela não é um acidente como as pessoas pensam.
As pessoas dizem que a morte está chegando.
Não, a morte não está chegando,
A morte está crescendo dentro de você;
não é que em algum lugar no caminho da vida,
você encontra a morte de repente.
Se assim fosse,
Então, métodos podiam ter sido concebidos
para evitar a morte, para enganá-la,
ou para não chegar a esse ponto
onde a morte espera por você, para contornar isso,
ou enviar alguém em vez de você.
Haveria tal possibilidade,
se a morte fosse uma fenômeno de fora,
acontecendo com você do lado de fora.
Mas a morte é carregada dentro de você como uma semente.
Ela chega à existência,
quando você vem a existir,
na verdade ela existia antes mesmo de você.
Você veio dela.
A morte deve ter um lugar, um ponto dentro de seu corpo.
Então, os japoneses investigaram o corpo
para descobrir onde existe o buraco negro.
É logo abaixo do umbigo.
Cinco centímetros abaixo do umbigo existe o ponto da morte.
É um ponto muito sutil.
Você deve ter ouvido a palavra Harakiri;
a palavra vem do Hara.
Hara significa que o buraco negro no interior do corpo
e Harakiri significa suicídio,
que usa esse buraco negro.
Esse Hara no corpo é o não-ser.
É ausência, ele é o nada.
E toda a prática Taoísta é
estar alerta ao Hara.
Eles criaram um tipo diferente de respiração para isto;
eles a chamam de respiração no umbigo.
Você não pode encontrar um homem mais silencioso do que um Taoísta, 
ou um praticante de Zazen
que tem praticado a respiração no umbigo
e tornou-se sintonizado com ele...
Você respira no peito.
Em todo o mundo a respiração no peito,
a qual é uma respiração superficial, existe.
Talvez seja por causa do medo da morte,
que você não respira no umbigo;
porque quando você respira no umbigo,
a respiração se aprofunda até o Hara.
Então você toca a morte.
Com medo da morte, você pratica a respiração superficial.
Lembre-se, sempre que quando você está com medo,
sua respiração vai se tornar superficial.
Todo medo é basicamente o medo da morte.
Você pode não estar consciente disso,
mas seu corpo sabe onde a morte é:
não vá por esse caminho!
Seu corpo é sábio, mais sábio do que sua mente.
Tem que ser, porque a mente é um recém-chegado.
O corpo tem existido mais tempo do que a mente,
O corpo já passou por milhões de vidas,
vidas sem mente,
e acumulou muita sabedoria.
Sempre que você tem medo
você para de respirar
ou você respira muito raso,
medo de chegar mais perto
da morte.
Respiração profunda absorve a morte na vida,
A respiração profunda cria uma ponte entre a vida e a morte;
o medo desaparece.
Se você pode respirar profundamente no seu umbigo,
então, o medo vai desaparecer completamente.
é por isso que os japoneses podem cometer suicídio
mais facilmente do que qualquer outra pessoa no mundo.
Parece um jogo.
Eles podem cometer suicídio
Por quaisquer coisas simples,
que ninguém pode entender
qual era a necessidade,
porque sabem que a vida e a morte
não estão separadas,
elas são uma só.
A morte também é vida,
o outro aspecto da mesma moeda.
Ela é um descanso.
Se você respirar profundamente,
você vai sentir um descanso fluir por todo o seu corpo -
um relaxamento, um estado não-tenso de afazeres.
Você já observou a respiração de uma criança pequena?
Ela respira da barriga, do umbigo.
Você pode observar e você vai ver.
É assim que Lao Tzu queria que todos respirassem.
Esse é o yoga Taoísta: como uma criança.
A barriga sobe e desce,
e o peito permanece absolutamente não afetado,
como se o peito não tem nada a ver com a respiração -
e, realmente, ele não tem nada a ver com a respiração.
Mas há muitos problemas:
o medo da morte -
você não pode respirar profundamente, o Hara está lá!
E apenas perto do Hara está o ponto da vida,
que vocês chamam de centro sexual.
Isso também é um medo.
Se você respirar profundamente,
O sexo emerge.
Então, as pessoas que se tornaram temerosas com o sexo
não podem respirar profundamente;
você vai sentir isso imediatamente
que o sexo reprimido, suprimido tornou-se vivo novamente.
Ele começa a fluir em suas veias e em seu sangue.
E, claro, é assim que deveria ser:
o centro da vida
deveria realmente estar simplesmente perto do centro da morte.
Hara, o centro da morte,
e o sexo, o centro da vida,
estão apenas tão próximos, tão perto um do outro,
que quase se tocam -
dois lados da mesma moeda.
é por isso que no sexo também as pessoas têm medo,
porque a morte começa a latejar com o sexo.
Uma experiência sexual real é
também uma experiência de morte;
você morre...
é por isso que as pessoas têm tanto medo do sexo,
tanto medo das mulheres;
Eu não encontrei muitas pessoas
que não têm medo das mulheres.
Medo .... a mulher deu o nascimento a você,
ela deve estar carregando sua morte também...
Osho:
Tao: Os Três Tesouros, Volume l, nº 7
Discurso proferido em

17 de junho, 1975, pela manhã, Poona, Índia

domingo, 25 de outubro de 2015

QUANDO EU VOLTAR PARA A MEU PAÍS, QUE PLANO DEVO SEGUIR NA TENTATIVA DE ENSINAR SEUS MÉTODOS A OUTROS?
Não planeje nada. Basta ir mergulhando dentro de si mesmo. As coisas vão tomar o seu próprio curso. O planejamento sempre pressupõe frustração. Quando você planeja, você cria as sementes da frustração. Não planeje, basta trabalhar. Deixe que as coisas aconteçam. É sempre belo quando as coisas acontecem por si mesmas. Isso é sempre pleno, nunca frustrante, porque não houve nenhuma expectativa. E quando não existe nenhuma expectativa você nunca fica decepcionado. Quanto menos você estiver desmotivado, tanto mais você pode fazer. Quanto mais você estiver desmotivado, menos você faz.

Então eu digo novamente: não planeje. Basta ir em frente. Deixe que tudo aconteça por si só. Quando planejamos, nós dificultamos o caminho dos acontecimentos. Por causa dos planos que fazemos a vida não pode trabalhar. Nossos planos se sobrepõem ao caminho.

Eu vivo minha vida sem planos e eu nunca fiquei frustrado. Não há questão nenhuma que me leve à frustração, então eu sou sempre bem sucedido. Eu não posso ser um fracasso, porque não existe um plano a partir do qual eu calculo.

Nenhum fracasso, nenhum sucesso é um sucesso - só as nossas concepções e planos predeterminados os torna assim. Se você fracassa em seu plano, você se sente decepcionado; o ego é ferido. Se você tiver sucesso, o ego é fortalecido e ele vai planejar mais, incessantemente, causando tensão perpétua e carga sobre a mente.

O ego está sempre com medo da vida. Na vida nós nunca sabemos o que vai acontecer por isso é que nós fazemos planos para a nossa segurança. Mas a vida perturba continuamente nossos planos porque não somos o todo e únicos da vida.

Somos apenas uma pequena parte insignificante da existência infinita.

No momento que você começa a planejar, você começa a comparar e contrastar. Dúvidas e medos agarram você: será que eu vou conseguir? Será possível realizar? O que vai acontecer, o que as pessoas vão dizer? No momento em que você planeja as sementes de frustração se enraízam. Agora a ansiedade vai seguir você.

Fazemos planos a fim de ficarmos livres da ansiedade, mas o próprio plano cria ansiedade. Nós nos tornarmos ansiosos por causa dos nossos planos, por causa de nossas expectativas. Portanto, não planeje sua vida. Basta ir em frente. Você não planeja sua respiração é só continuar respirando. Deixe que ela venha a você facilmente. Tudo o que vem fácil se torna divino e nada que vem com esforço pode ser divino.

O divino vem sem esforço! Está, de fato, vindo o tempo todo. Deixe que ele venha! Apenas abandone-se e veja. As coisas vão começar a se mover. Você vai se encontrar no meio do movimento, mas não haverá ansiedade. Então não haverá nenhum problema criado pela mente. Se algo acontecer, está tudo certo.
Se nada acontecer, também, está tudo certo. Tudo está bem quando uma mente não planeja, e aceita a vida como ela é.

Só então a meditação pode acontecer, caso contrário não. A meditação não é um negócio, não deve ser feita como um negócio. Se for, você não será capaz de ajudar os outros em direção da meditação muito menos a si mesmo Em vez disso, você vai ser suicida para a sua própria meditação, porque ela vai ser um fardo para você.

Se a meditação veio a você, se algo tem florescido em você, o perfume vai se espalhar. Vai funcionar em sua própria maneira. Algo aconteceu com você. Você está calmo e à vontade, a tranquilidade tem sido conseguida. Isso vai fazer todo o trabalho; você não terá que trabalhar.

O que aconteceu com você vai trazer as pessoas para você. Elas virão por si mesmas; elas vão perguntar sobre o que aconteceu com você.

Deixe que os outros planejem e você simplesmente vai meditar. As coisas vão começar a acontecer, eles devem acontecer. Só assim então elas têm uma beleza própria, caso contrário não.

Todo negócio é sempre cansativo. Ele não tem beleza, nenhuma alegria. A meditação não é um negócio, mas tem sido convertido em um negócio na Índia, um negócio florescente. Há lojas e há fábricas.

Não tome meditação dessa maneira. Você experimentou meditação, você veio até a porta.

Você viu alguma coisa, você sentiu alguma coisa. Deixe isso acontecer - deixe a existência trabalhar.

Quando você sair daqui, saia completamente sem planejamento. Nem pretenda planejar não planejar ou isso vai ser a mesma coisa. Não pense em nada sobre o que você vai fazer quando você voltar para casa. Basta estar lá. Sua presença vai começar a trabalhar. Só então será o meu trabalho. Se você planeja, então não vai ser meu trabalho de jeito nenhum. Você vai apenas distrair-se e distrair outros. Você não pode ajudar os outros meditar se você mesmo é tenso. Você não pode ajudar! Você será útil somente se você continuar sem planos.

Apenas vá. Sente-se ali, medite e veja o que acontece. As coisas são fadadas a terem o seu próprio curso.